O presidente da Câmara Municipal da Lousã disse, na reunião do executivo de 7 de agosto, que recebeu queixas de utentes dos serviços alternativos do Ramal da Lousã, relativamente às condições dos autocarros que realizam o trajeto. Segundo Luís Antunes, as reclamações foram encaminhadas para a CP, para a Metro Mondego e para a Secretaria de Estado das Infraestruturas.
Na sessão pública, o autarca afirmou que alguns utentes mostraram o seu desagrado pela forma como o serviço está a ser prestado e com a falta de condições adequadas de segurança. No Facebook foram publicadas fotografias daquelas que seriam as condições dos autocarros que ali circulam. Nas fotos, podem ver-se pneus em más condições e bancos degradados, atribuídos a autocarros que prestam este serviço.

Leia esta e outras notícias na edição 1359 de 17 de agosto