O núcleo urbano da vila da Lousã vai ser alvo de um programa de reabilitação no âmbito do Projeto Estratégico de Reabilitação Urbana (PERU). As intervenções previstas incluem o Cineteatro da Lousã, o Mercado Municipal – cujas obras já foram anunciadas – bem como outros edifícios situados na zona histórica, nomeadamente na Praça Cândido dos Reis, onde se pretende instalar um Centro de Indústrias Criativas (onde hoje é o Setor de Desenvolvimento Social) e um Centro de Inovação Social, no imóvel onde várias associações têm a sua sede, como a Escola de Concertinistas da Lousã, a Associação de Caçadores, entre outras.

Além do edificado, o PERU prevê intervenções nos espaços públicos, nomeadamente nos arruamentos, jardins e praças. A histórica Rua do Comércio também tem intervenção prevista, com o objetivo de melhorar as “condições de conforto e segurança do espaço público ao nível da mobilidade, mobiliário urbano, pavimentos, iluminação, sinalética”. A intervenção no Largo da Graça e zona adjacente está igualmente englobada, bem como o espaço exterior aos Paços do Concelho. Esta intervenção (ver caixa), está integrada na rede prevista, que cobre todo o centro urbano de forma hierarquizada, dividida em várias fases. As obras importam num investimento público de 4.612.000 euros, sendo estimado um investimento privado superior a dois milhões de euros. Contudo, conforme assinala o documento, “os valores de investimento apresentados constituem, apenas, valores indicativos que serão aferidos e consolidados ao longo do desenvolvimento”.

 

Continua na edição impressa do Trevim nº 1377