Foi formalizada dia 13 a criação da Rede Local de Pequenos Produtores do Concelho da Lousã, intitulada “daLousã” através da assinatura de uma parceria entre várias entidades, envolvendo as autarquias locais e a Dueceira, a ARCIL, a Activar, a Associação Empresarial da Serra da Lousã e o Centro de Emprego e Formação Profissional do Pinhal Interior Norte.

Representantes destas entidades vão passar a integrar um grupo de trabalho multidisciplinar, que já reuniu três vezes com os produtores da área de agricultura biológica, artesanato e setor agroalimentar, que fazem parte desta rede. “As ações foram essencialmente de capacitação, com o Cearte, a rede colaborativa “Casa do Sal’, a ASAE”, referiu ao Trevim Sofia Almeida, socióloga do CLDS 3G, no âmbito do qual surgiu a rede “daLousã”.

Se ainda houver pequenos produtores interessados em fazer parte da rede, ainda é possível a sua integração. As ações previstas incluem sessões de esclarecimento sobre legislação, técnicas de imagem e de marketing, inovação e criatividade, metodologia do projeto, entre outros. O apoio à obtenção da Carta de Artesão e UPA (Unidade Produtiva Artesanal), bem como a disponibilização de meios e recursos (incentivos proporcionados pelo PDR 2020) também fazem parte do plano de ação da rede.