A 10 de agosto de 1930, um domingo, a estação de Serpins recebia o primeiro comboio proveniente de Coimbra, mais de duas décadas depois de ter chegado à Lousã. “A Comarca de Arganil”, na edição de 12 de agosto, ocupava toda a primeira página reportando a inauguração do troço Lousã-Serpins da “linha férrea de Coimbra a Arganil” como uma grande festa popular, com largada de foguetes e a afluência de milhares de pessoas.

“Logo que se avistou o comboio no sítio de Vale de Raiz, para cá da trincheira, foi queimada uma salva de foguetes e ao chegar à estação estrugiram os vivas e palmas, ao mesmo tempo que no espaço estalejavam de novo girândolas de foguetes e a Filarmónica Varzeense, de Vila Nova do Ceira, executava o hino nacional”, refere a notícia, dando conta que “na estação e imediações apinhavam-se umas 3.000 pessoas”, esperando “com a maior alegria o melhoramento que tantas vezes fora adiado”.

Continua na edição impressa do Trevim nº 1384