O corredor da W52-FC Porto, Raúl Alarcón, sagrou-se vencedor da 80.ª Volta a Portugal em Bicicleta, repetindo o feito de 2017. Foi camisola amarela a partir da “Etapa Vida”, terceira etapa da prova que atravessou a região afetada pelos incêndios de 2017, incluindo a Lousã.

O ciclista espanhol completou em 25m51s o contra-relógio individual da décima etapa, em Fafe, arrecandando o terceiro lugar. O mais rápido a pedalar os 17,3km foi Vicente García de Mateos, da Aviludo-Louletano, a registar 25m17s, somando a sua terceira vitória em etapas nesta competição, o mesmo número de tiradas ganhas por Alarcón. Na classificação geral, o vencedor da Volta terminou com 1m03se de vantagem sobre Joni Brandão, segundo classificado e melhor português da prova, e a 1m14s de García de Mateos, terceiro na competição.

“Etapa Vida” passou na Lousã

Raúl Alarcón arrecadou a camisola amarela na “Etapa Vida”, terceira etapa da competição que homenageou as populacões atingidas pelos incêndios do ano passado.

Continua na edição impressa do Trevim nº 1385