Dias 1 e 2 de setembro, Penela e Espinhal receberam a VI Bienal de Humor Luiz d’Oliveira Guimarães. O evento, que contou com um total de 1160 trabalhos, produzidos por 450 artistas oriundos de 78 países, foi o mais concorrido de sempre. Houve caricatura ao vivo, uma tertúlia e cartunes para todos os gostos. Entre os premiados, esteve Carlos Sêco, colaborador do Trevim, que foi distinguido com o Prémio Homenagem VI BHLOG – 2018 e cujos desenhos podem ser apreciados no auditório da Biblioteca Municipal António Arnaut, em Penela, até final deste mês.

A exposição, inaugurada no dia 1, é composta por uma retrospetiva dos cartunes que o artista lousanense produziu ao longo de 25 anos para a rubrica Humor a Sêco, no jornal Trevim. Às personagens ti David e ti Belmiro, junta-se ainda Jonas o Reguila, também ele presença regular no quinzenário lousanense.

Continua na edição impressa do Trevim nº 1387