O estado do certame que decorre no primeiro domingo de cada mês desde 2014 foi tema central na Assembleia de Freguesia das Gândaras, realizada a 21 de junho.

Alice Vaz, membro da assembleia pelo Partido Social Democrata lamenta que “cada vez se vê menos gente” acrescentando que “pura e simplesmente parece que as pessoas deixaram de gostar”. A deputada não percebe o motivo pelo qual os fregueses deixaram de visitar a feira que caracterizou como um “chamariz” para as pessoas que vivem noutras localidades. Conta que “era um momento da freguesia e de convívio”, atualmente “ao abandono”, tanto por parte dos feirantes como pela população.

Sandra Fernandes, presidente da Junta de Freguesia das Gândaras, garante que esta é uma questão que também tem preocupado o executivo. “Temos a noção de que já há uns meses que a feira está esmorecer”, afirma.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim nº 1388