A mesa composta pelo património gastronómico da Lousã, Miranda do Corvo, Vila Nova de Poiares e Penela, consagrou-se a 16 de setembro como uma das sete vencedoras do concurso “7 Maravilhas à Mesa”, na final que decorreu em Albufeira.

A chanfana, prato central da Mesa, foi a votos acompanhada pelo queijo do Rabaçal DOP, o mel da Serra da Lousã DOP, o Licor Beirão, o vinho da Quinta de Foz de Arouce (Vinhas Velhas de Santa Maria, 2013). Na categoria de roteiros, a candidatura apresentou o Mosteiro de Santa Maria de Semide e os trilhos da natureza da Serra da Lousã. De entre os 14 candidatos a “maravilha”, foi a quarta mesa a ser anunciada como vencedora, na gala transmitida em direto pela RTP1.

“Terras da Chanfana”, apresentada pela a Associação de Desenvolvimento do Ceira e Dueça (Dueceira) afirma-se como “uma marca territorial efetiva de união e de identidade social, cultural e económica dos quatro concelhos”, lê-se em comunicado da associação. Para Luís Antunes, presidente da Câmara Municipal da Lousã e da Dueceira, “esta é uma importante forma de promoção deste destino e de valorização dos seus produtos, e iremos continuar a trabalhar, em conjunto, no sentido de rentabilizar esta distinção”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim nº 1388