Jantar comemorativo e leilão de arte resultou na angariação de 6650 euros a favor do Trevim

Dia 27 de setembro, meia centena de pessoas marcou presença no Hotel Palácio da Lousã para as comemorações do ano 50 do jornal Trevim numa noite assinalada pela partilha de memórias, mas também pelo seu caráter cultural. “Um momento histórico, sobretudo por se tratar de um periódico de caráter local”, realçou Paulo Peralta, presidente da direção da Cooperativa Trevim.

“Numa época em que os jornais tendem a ser substituídos por meios de informação mais mediáticos e sensacionalistas, é notável que o Trevim tenha atingido tão sublime idade e permaneça uma referência noticiosa de grande impacto junto da Lousã, concelhos limítrofes e de todos os que se encontram na diáspora”, referiu o presidente.

Paulo Peralta reforçou ainda “as condicionantes que os fundadores tiveram na edificação do projeto” referindo-se “às dificuldades impostas pela censura e às dificuldades económicas com que a estrutura sempre teve de lidar”.

O jantar reuniu amigos, fundadores, colaboradores e a direção da cooperativa, protagonistas de vários momentos de convívio à mesa, que foram ao final da noite convidados a participar num leilão de obras de arte. Os 11 quadros, de várias técnicas e traços artísticos únicos, foram doados por artistas com ligações à Lousã e ao Trevim, num gesto reconhecido pelo presidente da direção.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim nº 1389