Com a vitória alcançada na difícil deslocação a Arcos de Valdevez por “20-12” e a vitória no último sábado sobre Montemor-o-Novo em casa, o Rugby Club da Lousã comete a proeza de chegar ao final da primeira volta sem qualquer derrota, com 6 pontos de vantagem sobre o segundo (Montemor-o-Novo) e 11 pontos sobre o terceiro que é agora o Benfica.

Saliente-se que esta situação  até mereceu destaque em noticia no jornal “A Bola” da passada terça-feira.

 R.C. Lousã, 22 – Montemor-o-Novo, 7

Foram muitos os que numa tarde chuvosa estiveram no estádio, e que tiveram a oportunidade de assistir a um bom jogo de rugby com as duas equipas a empenharem-se a 100% na disputa de bola e conquista de terreno.

Nos minutos iniciais, o jogo repartiu-se entre as linhas de 22 metros, com os visitantes a superiorizarem-se, tendo inclusive aos 15’ uma oportunidade para marcar devido a um erro de receção de bola.

A pressão do Montemor manteve-se mas sem nunca conseguir qualquer oportunidade de marcar. Ambas as equipas estiveram bem nos alinhamentos com os beirões a dominarem a nível de avançados. Fruto da pressão que começaram a exercer a partir dos 20’ acabaram por conseguir aos 23’ o primeiro ensaio que, transformado, colocou o resultado em 7-0. A pressão continuou num período que só dava Lousã, com inclusive duas boas oportunidades para pontuar e aos 36’ um bom pontapé de ressalto do abertura Miles Grant aumenta para 10 pontos a vantagem dos locais. Mas já em período de desconto para o intervalo, um alinhamento seguido de maul bem executado pelos alentejanos permitiu-lhes reduzir a desvantagem para 10-7.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1394