A Casa do Povo de Foz de Arouce, o Grupo Desportivo Arouce-Praia, a capela da Senhora da Pegada e o Bar da Bogueira, em Casal de Ermio, foram alvo de assaltos na última semana.

“O prejuízo maior terá sido no bar. Danificaram o estore do balcão e roubaram a caixa registadora”, referiu ao Trevim Henrique Lourenço, o presidente da União de Freguesias de Foz de Arouce e Casal de Ermio.

Nos restantes edifícios, o prejuízo maior foram os danos causados nas portas e fechaduras. O edifício devoluto da Casa do Povo, sem qualquer recheio, foi alvo da cobiça dos meliantes que arrombaram as portas do rés-do-chão e primeiro andar, que acedia ao antigo posto médico.

De acordo com o Comandante do Destacamento da GNR da Lousã, tenente Diogo Mendes, presume-se que “se for tudo a mesma pessoa, só está à procura de dinheiro, porque não há registo de furto de arte sacra nem de objetos de valor”. Na capela da Senhora da Pegada, a GNR regista o estroncamento do moedeiro (com furto de um montante entre os 500 e os mil euros), da sede do Arouce-Praia foi reportado o furto de uma aparelhagem sonora e dez euros em dinheiro, da Casa do Povo, a GNR não regista qualquer subtração de bens. Já do Bar da Bogueira, as autoridades relatam o furto da caixa registadora e de várias bebidas, num prejuízo total na ordem dos 1500 euros. Como a imagem documenta, os meliantes utilizaram objetos cortantes (um escopro de ferro e uma navalha) para acederem ao local.

O Núcleo de Investigação Criminal foi a estes locais fazer a inspeção, encontrando-se a aguardar os resultados para continuar as investigações dos assaltos “que podem estar relacionados ou não”.