No dia 3 de março, a comunidade serpinense comemorou, pelo quarto ano consecutivo, o Dia da Freguesia, assinalado a 28 de fevereiro. Além dos vários momentos de homenagem a entidades e pessoas cujo trabalho tem contribuído para o desenvolvimento da freguesia, a efeméride deu ainda lugar a intervenções sobre os melhoramentos a fazer em Serpins.

Os festejos começaram junto ao edifício da Junta de Freguesia de Serpins com o Hastear da Bandeira com guarda de honra pelos Bombeiros Voluntários de Serpins, a que se seguiu uma interpretação do Hino Nacional e da Canção de Serpins pela Associação Filarmónica Serpinense.

Já durante a sessão solene, na sede do Rancho Folclórico Flores de Serpins, o presidente da Junta de Freguesia de Serpins, João Pereira, aproveitou a ocasião para lançar alguns reptos a Luís Antunes, presidente da Câmara Municipal da Lousã, referindo aspetos na freguesia que carecem de rápida requalificação. Na presença de dezenas de pessoas, João Pereira salientou a necessidade de ser resolvida “a situação premente” do funcionamento da rede de tratamento de águas residuais que apesar de estar instalada há vários anos, não se encontra em atividade. “Continuamos numa situação que não nos deixa nesta altura nada confortáveis”, acrescentou.

“É um facto que a freguesia tem em várias zonas a rede de saneamento já construída debaixo de terra e que não está ainda em serviço por faltar construir um emissário que permita fazer a ligação das redes já existentes à ETAR de Serpins-Rodas”, explicou Luís Antunes. O edil anunciou que “depois de muitas diligências junto de várias entidades, como a Águas do Centro Litoral, foi possível desbloquear esta situação e a breve prazo será construído este emissário”.

Leia mais na edição impressa do Trevim n.º 1400