Este sábado, dia 23, às 15:00, a sala de exposições da Cooperativa Trevim inaugura a mostra de fotografia de Margarida Macedo de Sousa, que se apresenta artisticamente como “mms”. “Pintografias” é o título adotado para a exposição, numa alusão à sua estética identitária.

“Sem jogar com filtros ou trucagens, são fotos simples de puro prazer e beleza plástica, quais telas da natureza, razão pela qual vários artistas definiram a sua arte fotográfica como pintografias. Recuperando esse elogio, desta vez mms baptiza esta exposição precisamente com esse epíteto que vai ao cerne do seu olhar”, refere o catálogo da mostra.

Margarida Macedo de Sousa “procura, na fotografia, um prazer que a preencha na sua criatividade estética, viajando, com a ajuda das lentes ‘macro’, pelo campo floral na busca de novos mundos, dentro desses universos reais que se podem recriar no seu encanto das formas, das cores, das impressões visuais”, acrescenta, abrindo o apetite para uma visita ao espaço.

“Esfumados, desfocagens, profundidades de contrastes, cores que nos levam para outras concepções abstratizantes, mais estéticas que realistas, mais oníricas que físicas” são caminhos propostos nas imagens que se preparam para cobrir as paredes do Trevim até ao dia 24 de abril.

“MMS” estreou-se no campo das exposições individuais em 2015 no Mês da Fotografia – ImaginArte Almada; em 2016, com a exposição “Impressões do meu jardim”, realizou outra exposição individual em Penela, integrada na “Feira do Mel do Espinhal”, assim como participou na exposição colectiva “ADN” no Mês da Fotografia – ImaginArte Almada. Em 2017, expôs no Espaço Atmosfera M Lisboa e Porto, em junho na Fábrica de Alternativas – Algés (com a exposição “Impressões de um microcosmos”) e na exposição colectiva do mês da Fotografia ImaginArte Almada. Em 2018, realizou a exposição “Senadores do Espinhal” (com edição de álbum) no Centro Cultural do Espinhal, integrada no “Mês do envelhecimento”. Neste ano de 2019 inaugura a sua época de exposições com “Pintografias” na galeria Trevim, na Lousã.