“A Câmara Municipal da Lousã e a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra estão a desenvolver um projeto que vai valorizar e permitir tornar mais evidente a importância da batalha de Foz de Arouce”, anunciou o presidente da autarquia da Lousã, Luís Antunes, durante a homenagem aos soldados falecidos na batalha de Foz de Arouce de 1811, este domingo, dia 25, numa cerimónia junto à réplica do Obelisco que

assinalou a efeméride. Sem adiantar pormenores, o autarca referiu-se a um programa multimunicipal criado com o objetivo de potenciar as invasões francesas, também do ponto de vista turístico.

“A evocação desta efeméride é, a vários títulos importante, desde logo por tudo aquilo que significou e pelo simbolismo que teve”, acrescentou. Desse significado já se tinha referido Henrique Lourenço, o presidente da Junta de Freguesia de Foz de Arouce e Casal de Ermio: “Segundo a história, este local foi alvo de um combate que opôs as tropas francesas comandadas pelo General Massena ao exército anglo-português, comandado pelo general Wellington.

Leia mais na edição impressa do Trevim n.º 1401