A Assembleia Municipal da Lousã realizou em Serpins a sessão ordinária de abril, tendo em agenda as contas do Município e a aprovação de operações de reabilitação urbana para dez localidades e aldeias. Na reunião, que não contou com a participação de público, soube-se que finalmente existe financiamento para repor a sinalização destruída pelo incêndio de Serpins em 2017.

A Câmara Municipal da Lousã vai lançar concursos para a substituição de sinalização rodoviária, de indicação de lugares e de arranjos em vias, na freguesia de Serpins. Estas são necessidades sentidas desde o violento incêndio de 2017 naquela freguesia, em que muitos sinais ficaram danificados por ação do fogo. A empreitada resulta da aprovação de uma candidatura apresentada à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro no início do ano passado, mas que devido a várias vicissitudes só recentemente foi comunicada a sua aceitação. A informação foi dada pelo presidente da Câmara Municipal, Luís Antunes, durante a reunião da Assembleia Municipal (AM) realizada a 23 de abril no pavilhão do Rancho Folclórico Flores de Serpins.

O presidente da Junta de Freguesia de Serpins, João Pereira, foi o anfitrião desta sessão, com início marcado para as 17:15, tendo aproveitado para defender uma publicitação diferente das reuniões descentralizadas da AM, para possibilitar a presença de mais “fregueses”. Nenhum morador se apresentou nesta sessão para assistir aos trabalhos ou aproveitar o período inicial destinado ao público.

 

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim N.º 1404