Esta exposição surge logo a seguir às comemorações do 25 de Abril e não é por acaso. Queremos realçar o princípio de liberdade de pensamento, de criação, e exemplo maior que é uma criança tão jovem ter-nos deixado este legado”, salientou Paulo Peralta, presidente da Cooperativa Trevim, que abriu as portas da sua sede para acolher a mostra de desenho “Pedrinhongos em liberdade”. Uma exposição que chama a atenção, não só pela dimensão de alguns quadros, mas sobretudo pelo traço e cores utilizadas por Pedro Brazião Rodrigues, menino de dez anos, nascido na Lousã, cuja vida inspirou a criação da Cooperativa de Solidariedade Social e Cultural, Pedrinhas.

A galeria de exposições temporárias foi exígua para tantos familiares e amigos desta associação que quiseram estar presentes no momento da inauguração, no dia 26.

Alguns deles já participado com o seu próprio punho em algumas das obras expostas, criadas a partir das sugestões artísticas de Pedro Brazião Rodrigues.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim N.º1404