Após terem sido significativamente atingidos pelos incêndios de 15 de outubro de 2017, a reconstrução do salão paroquial e da Igreja da freguesia de Serpins vai agora ser financiada pelo estado em cerca de 30 mil euros. Ambos os equipamentos foram já reconstruídos parcialmente, a tempo dos festejos de São Brás, em 2018, fruto da ajuda da comunidade.

O contrato de financiamento, que representa uma comparticipação de 50% do valor total da empreitada (60 mil euros), foi assinado no dia 30 de abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, por Sónia Ramalhinho diretora da Direção Geral Autarquias Locais (DGAL), Eugénio Santiago representante da Comissão de Coordenação do Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), e pelo Padre Orlando Martins, presidente da direção da Fábrica da Igreja de Serpins. Segundo o pároco, este apoio financeiro vem ajudar a freguesia a “reerguer-se das cinzas” já que as obras de reconstrução dos imóveis, ainda por terminar, foram possíveis graças a contribuições de algumas empresas e da comunidade. “Tivemos que pedir dinheiro emprestado” disse, em declarações ao Trevim, destacando as “pessoas generosas que colaboraram com muitas coisas” e o trabalho da Comissão da Fábrica da Igreja de Serpins em “tentar minimizar o impacto” da destruição provocada pelos incêndios.

 

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim N.º1404