Até 2022 todos os gatos vão ser obrigados a usar um chip de identificação, à semelhança dos cães, já identificados desta forma desde 2008. A medida foi estabelecida num despacho do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural publicado no Diário da República, a 27 de junho. No documento é criado o Sistema de Informação de Animais de Companhia (SIAC), gerido pela Direção Geral de Alimentação e Veterinária, que reúne “a informação relativa à identificação dos animais de companhia, à sua titularidade ou detenção, e ainda toda a informação sanitária obrigatória”.

Leia a notícia completa na edição impressa do TREVIM N.º1411