O Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques (MELH) está em processo de intervenções infraestrutural e remusealização. Ao Trevim, a Câmara Municipal da Lousã refere que o equipamento, cujo maior doador foi Louzã Henriques – médico e etnógrafo falecido a 29 de julho-, deverá ser reaberto ao público até ao final do ano.Após a aprovação de uma candidatura submetida pela a autarquia ao Programa Valorizar – Linha de Apoio ao Turismo Acessível, promovido pelo Turismo de Portugal, o projeto da empreitada foi a concurso público no final de 2018, e adjudicado ao atelier portuense “Providência Design”.

Leia a notícia completa na edição impressa do TREVIM N.º1411