loader

Incêndios estão a afetar turismo

Patrícia Carvalho com Maria João Borges

O número flagrante de incêndios ocorridos durante este verão – considerado um dos mais quentes e secos – ainda hoje se faz sentir em todas as áreas afetadas pelas chamas. A Lousã não é exceção. Desde o grande incêndio de Pedrógão Grande que o turismo rural tem sentido uma reduzida afluência de apaixonados pela natureza.

O verão é dos períodos com maior procura dos ambientes serranos, como Francisco Henriques, colaborador na “Loja Aldeias do Xisto do Candal/Serra da Lousã”, referiu ao Trevim. Todavia, a envolvência natural e a aproximação da Lousã ao destino temido por todos, motivou avultado número de desistências. Segundo Francisco Henriques, durante o mês de agosto, apenas um terço dos visitantes se confirmou, tanto para visitar a aldeia como os trilhos e o restaurante “Sabores da Aldeia”, que em média serviu apenas três a quatro refeições por dia, contra 40 diariamente. Num mês de destaque no turismo, apenas apareceram aqueles que não tinham a real perceção da proximidade, ou não fizeram relação entre a estrada nacional 236 com a variante 236-1, conhecida atualmente como a “estrada da morte”, por nela terem falecido cerca de quatro dezenas de pessoas.

A aldeia da Cerdeira também foi afetada. Durante a ocorrência do incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou a 17 de junho, muitos visitantes abandonaram a aldeia sem cumprir com os períodos de reserva. Havia muito fumo e a informação era escassa. Movidas pelo medo, as pessoas deixaram a Serra da Lousã, verificando-se nas duas semanas seguintes, um abandono total, segundo Francisco Henriques.

“Procura atípica” reverteu

Filipa Alves de Almeida, proprietária da empresa de turismo rural “Talasnal Montanhas de Amor”, também não ficou indiferente ao impacto do incêndio de Pedrógão Grande. Das sete casas – cinco próprias e duas subarrendadas para o negócio – a lotação estava esgotada para todos os meses do verão. Durante e após o incêndio florestal mais mortal da história nacional, setenta por cento das reservas efetuadas foram adiadas e, noutros casos, até mesmo canceladas. As pessoas tinham medo, não se sentiam seguras nem motivadas para se deslocarem para zonas florestais. De momento a situação já normalizou, mas a tragédia veio afetar a procura do turismo rural que, este ano, estava com uma “procura atípica” pela positiva como a empresária partilhou com o Trevim.

Continua na edição impressa do Trevim n.º 1366

Tags:
Autor: Carlos A. Sêco

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também ‘Como eu vejo os Monumentos’ na Casa das Condessinhas Cultura
01 Dez 2022 12:20 PM

Está patente na Casa das Condessinhas, turismo de habitação na zona histórica da Lousã, a exposição de desenho ‘Como vejo os Monumentos’, de Eurico Ladeira. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também Arte-Via leva modelo do FLII a outros continentes Cultura
01 Dez 2022 12:18 PM

A escritora Ana Filomena Amaral partilhou na Nigéria, no dia 22, alguns dos "bons resultados" alcançados na realização do Festival Literário Internacional do Interior (FLII) ao longo de cinco anos. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também A ruralidade de Saramago em “As Pequenas Memórias” Cultura
01 Dez 2022 12:14 PM

Maria Celeste Garção No dia 19 de novembro, a Liga de Amigos do Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques (LAMELH), celebrou o centenário de Saramago, nascido a 16 de novembro de 1922, na Azinhaga do Ribatejo. Leia a notícia completa na...

Ler artigo
Trevim: Leia também Francisco Gonçalves ganha um lugar no pódio na prova mais importante do Circuito Nacional Desporto
01 Dez 2022 12:08 PM

Adriana Carvalho Durante os dias 12 e 13 de novembro, os nossos atletas não seniores do Cabril-Serpins participaram na prova de maior importância do circuito nacional do calendário da Federação Portuguesa de Badminton, deste mesmo escalão. Leia a notícia completa...

Ler artigo
Trevim: Leia também Rugby Club da Lousã continua a somar vitórias Desporto
01 Dez 2022 12:02 PM

As equipas de sub-16 e de sub-19 do Rugby Club da Lousã deslocaram-se à Trofa onde defrontaram os  Espartanos,  um novo clube daquela cidade. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também ‘Quase Congresso de Música Afetiva’  em Serpins Cultura
01 Dez 2022 12:00 PM

A associação ‘A Música Portuguesa a Gostar dela Própria’ (MPGDP) organiza o ‘Quase Congresso de Música Afetiva’ a 8 de dezembro, na sede do Rancho Folclórico Flores de Serpins. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.