loader

Autarca de Vila Nova de Poiares insatisfeito com acessibilidades ao concelho

No Dia do Município, este domingo, dia 13, o presidente da autarquia poiarense identificou o retrocesso das acessibilidades como uma das maiores fragilidades do concelho. “A rede viária está altamente degradada, e as entidades responsáveis pela sua manutenção não têm dinheiro para as obras que se exigem”, referiu João Miguel Henriques, referindo-se à EN 17 que “transforma os míseros 20 Km de viagem num autêntico teste à paciência” e à atual ligação ao IP3 através da “histórica N2” que é “uma vergonha para o concelho”, “para a região” e “para o país”. “Como é possível que um concelho com um polo industrial como tem Vila Nova de Poiares (…) que emprega diretamente cerca de 1,5 milhares de pessoas, que vai ser alvo de um investimento de 2 milhões de euros em obras de ampliação financiados a 85% pelos Fundos Estruturais Europeus, depender diretamente daquele troço de estrada como a sua principal via de acesso?”, declarou, pedindo ao Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino, que incluísse as acessibilidades a Poiares na lista das suas prioridades.

Na sua intervenção, o governante não respondeu diretamente a essa questão, optando por explicar as opções estratégicas do Governo para o desenvolvimento do interior. Neste sentido, realçou a importância da “atração do investimento que crie emprego e permita fixar populações”, a irrelevância do “capital local que permita o aproveitamento dos recursos em particular os endógenos” e a necessidade de “promover a equidade de acesso aos serviços públicos pela população dos territórios de baixa densidade”. “Acreditamos que o desenvolvimento do interior é alcançável com o aumento da atividade económica, com investimento, impulsionando o tecido empresarial nestes territórios, gerando riqueza e criando emprego, que permita por sua vez a fixação das pessoas. Neste cenário é indispensável a intervenção do Estado na redução dos custos de contexto e na criação de incentivos às empresas para que invistam no interior. É isso que temos vindo a fazer”, disse o governante, salientando o reforço de benefícios fiscais ao investimento no interior previstos no Orçamento de Estado de 2019.

Leia mais na edição Impressa do Trevim n.º 1396

Tags:
Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também ‘Como eu vejo os Monumentos’ na Casa das Condessinhas Cultura
01 Dez 2022 12:20 PM

Está patente na Casa das Condessinhas, turismo de habitação na zona histórica da Lousã, a exposição de desenho ‘Como vejo os Monumentos’, de Eurico Ladeira. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também Arte-Via leva modelo do FLII a outros continentes Cultura
01 Dez 2022 12:18 PM

A escritora Ana Filomena Amaral partilhou na Nigéria, no dia 22, alguns dos "bons resultados" alcançados na realização do Festival Literário Internacional do Interior (FLII) ao longo de cinco anos. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também A ruralidade de Saramago em “As Pequenas Memórias” Cultura
01 Dez 2022 12:14 PM

Maria Celeste Garção No dia 19 de novembro, a Liga de Amigos do Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques (LAMELH), celebrou o centenário de Saramago, nascido a 16 de novembro de 1922, na Azinhaga do Ribatejo. Leia a notícia completa na...

Ler artigo
Trevim: Leia também Francisco Gonçalves ganha um lugar no pódio na prova mais importante do Circuito Nacional Desporto
01 Dez 2022 12:08 PM

Adriana Carvalho Durante os dias 12 e 13 de novembro, os nossos atletas não seniores do Cabril-Serpins participaram na prova de maior importância do circuito nacional do calendário da Federação Portuguesa de Badminton, deste mesmo escalão. Leia a notícia completa...

Ler artigo
Trevim: Leia também Rugby Club da Lousã continua a somar vitórias Desporto
01 Dez 2022 12:02 PM

As equipas de sub-16 e de sub-19 do Rugby Club da Lousã deslocaram-se à Trofa onde defrontaram os  Espartanos,  um novo clube daquela cidade. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também ‘Quase Congresso de Música Afetiva’  em Serpins Cultura
01 Dez 2022 12:00 PM

A associação ‘A Música Portuguesa a Gostar dela Própria’ (MPGDP) organiza o ‘Quase Congresso de Música Afetiva’ a 8 de dezembro, na sede do Rancho Folclórico Flores de Serpins. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.