Avançar para o conteúdo principal

Tribuna Associativa – Não esquecer o acidente na Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha

Não esquecemos o dia 13 de Janeiro de 2018 da Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha. Faz 4 anos que ocorreu o trágico incêndio, quando decorria uma atividade recreativa na ACHVNR, no concelho de Tondela, distrito de Viseu, que a Confederação Portuguesa das Colectvidades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD) acompanhou desde as primeiras horas.

Apesar daquela colectividade não ser nossa filiada, o impulso imediato da Direção da Confederação foi deslocar-se ao local a fim de se inteirar dos acontecimentos. O que estava em causa era uma colectividade do Movimento Associativo Popular e isso não poderia ser ignorado, sendo motivo de preocupação e de manifestação de solidariedade com todos os intervenientes (vítimas, familiares e dirigentes).

O que aconteceu ali naquela noite poderia ter acontecido em qualquer espaço de atividade associativa ou outra, porque o problema de fundo não era e não é exclusivo das colectividades, uma vez que as Medidas de Auto Proteção são obrigatórias por lei.

O Primeiro-ministro e o Presidente da República tomaram posição e prometeram medidas para evitar situações semelhantes no futuro. O assunto foi explorado pela Comunicação Social durante dias seguidos.

Por iniciativa imediata da CPCCRD, em colaboração com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, resultou um Manual de Prevenção Contra Incêndios e foi criado um módulo de formação, cuja divulgação foi feita a todas as colectividades a nível nacional e pedida a colaboração da Associação Nacional de Municípios e da Associação Nacional de Freguesias.

No imediato foram feitas propostas ao Ministério da Administração Interna, que ficaram sem resposta. Nos orçamentos de Estado de 2019, 2020, 2021 e 2022 apresentámos propostas que não foram consideradas. Houve grupos parlamentares na Assembleia da República que propuseram medidas e foram rejeitadas.

Resta-nos a esperança que o próximo Governo, saído das eleições de 30 de Janeiro, tome medidas concretas nesta matéria. Passados 4 anos (2018/2022), renovamos a solidariedade com as vítimas, familiares e dirigentes e a nossa determinação de não deixar esquecer este acontecimento e exigir medidas por parte das entidades oficiais.

A Direção da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto 

Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    twenty − 15 =

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também A moda do passadiço não tem nada que saber Opinião
29 Dez 2022 02:00 AM

Casimiro Simões A moda do passadiço de madeira é como a moda do “bailarico saloio”: não tem nada que saber. Em poucos anos, Portugal perdeu em ferrovia e não ganhou em estradas locais e regionais. Ganhou, porém, em passadiços turísticos...

Ler artigo
Trevim: Leia também Coisas da vida… Pública – Elites Políticas Opinião
29 Dez 2022 02:00 AM

  Fortunato de Almeida As elites políticas são necessárias. Mais, são indispensáveis e, como tal, desejáveis. Como são, de resto, todas as elites. O que não é desejável é que tenham um estatuto que as autonomize e as coloque fora...

Ler artigo
Trevim: Leia também Editorial – Atrasos dos CTT continuam a afetar a distribuição do Trevim aos assinantes Opinião
16 Jun 2022 08:00 AM

A montante da entrega do jornal Trevim na sua caixa de correio pelos CTT, desenvolvemos uma série de procedimentos para que nada falhe na nossa responsabilidade com os assinantes, leitores em geral e anunciantes. 1 – Fecho da edição –...

Ler artigo
Trevim: Leia também Estará tudo doido?!… Opinião
22 Out 2021 11:30 AM

Onofre Varela Ultimamente tornou-se moda contestar a História, pretendendo reescrevê-la de acordo com um certo pensamento divorciado dos factos que a construíram. Nesse sentido há atitudes vândalas contra estátuas e monumentos, como fizeram à imagem do Padre António Vieira, em...

Ler artigo
Trevim: Leia também AS RECOMENDAÇÕES DO PARLAMENTO E OS “OUVIDOS DE MERCADOR” DO GOVERNO Opinião
02 Set 2021 09:49 AM

Mário Frota Os consumidores – estranhai, ó gentes! -  terão sido lembrados no estertor da anterior legislatura.  Dar-se-á adiante a saber do teor da Resolução, aprovada pelo Parlamento a 28 de Junho de 2019, e dada à estampa no jornal oficial, a 22 de Julho seguinte.  E o facto é...

Ler artigo
Trevim: Leia também FIGURAS POPULARES – Manuel “Mangarrota”: A inteireza em pessoa Opinião
26 Ago 2021 08:00 AM

Carlos Ramalheiro Nesta viagem textual pelos recantos da Lousã, apeamo-nos hoje, no lugar da Papanata, onde no longínquo ano de 1936, nasceu esta destacada figura típica, homem incessantemente perseguido, pelas imposições de uma vida hostil, trabalhosa. Manuel António Ferreira, herdeiro...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.