A empreitada para a instalação do sistema de autocarros elétricos (Metrobus) no antigo Ramal da Lousã – troço de Serpins a Alto de São João – foi adjudicada em outubro de 2019 ao consórcio de empresas Comsa /Fergrupo na sequência do concurso público lançado há um, contudo o dono da obra, a Infraestruturas de Portugal (IP), ainda não procedeu ao auto de consignação porque o concurso público foi impugnado por outro concorrente.

Leia a notícia na edição impressa do TREVIM N.º1425