loader

Rua dos Combatentes: “Incêndios? Agir Já!”

José Oliveira

O fogo é uma choruda fonte de rendimento para alguns, mas de desgraça para muitos mais. Deste emaranhado novelo, eis algumas das inúmeras pontas:

– A madeira queimada, que num repente surge em quantidades enormíssimas e exige abate imediato, transforma-se em maná para negociantes da especialidade, que a pagam a preço irrisório;

– Os meios aéreos contratados para o combate estão concentrados numa pequena e blindada quantidade de operadores, que facilmente concertam os seus interesses;

– Cada linha de electricidade (Muito Alta, Alta e Média Tensão) é implantada num corredor desmatado que varia de largura consoante a tensão de cada uma (as de Muito Alta circulam numa faixa desmatada de 50 metros, que duplica para cem quando essas linhas são duas, paralelas, como frequentemente acontece). Seriam, portanto, excelentes aceiros contra-fogo, se a empresa eléctrica mantivesse o desmatamento, como exige a lei. Falhando isso, surgem casos em que a proximidade entre a folhagem das árvores e os cabos eléctricos provoca ignições. O especialista Xavier Viegas, da Universidade de Coimbra, afirma que o incêndio iniciado em Pedrógão Grande terá surgido desse modo, a partir de uma linha de Média Tensão. As probabilidades desse tipo de ignição aumentam quando o arvoredo é sacudido por forte vendaval, e isso explicaria o surto de focos de incêndio em alinhamento, como tem acontecido.

Enquanto se cria um plano de ordenamento florestal, necessariamente demorado, urge:

– Criação imediata de um serviço estatal para comercialização (ou supervisão dela, salvaguardando a moralização dos preços) de toda a madeira ardida;

– Restabelecimento de um serviço de cantoneiros, em brigadas, convenientemente equipados para a manutenção do desmatamento das faixas marginantes das estradas;

– Regresso dos Serviços Florestais e correspondente serviço de Guarda, com a função, entre outras, de vigiar e fazer cumprir, por parte da operadora eléctrica, o desmatamento das faixas de protecção das linhas eléctricas;

– Criação de um ágil serviço estatal de combate aéreo a incêndios, integrado na Força Aérea.

 

Tags:
Autor: Carlos A. Sêco

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também ‘Como eu vejo os Monumentos’ na Casa das Condessinhas Cultura
01 Dez 2022 12:20 PM

Está patente na Casa das Condessinhas, turismo de habitação na zona histórica da Lousã, a exposição de desenho ‘Como vejo os Monumentos’, de Eurico Ladeira. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também Arte-Via leva modelo do FLII a outros continentes Cultura
01 Dez 2022 12:18 PM

A escritora Ana Filomena Amaral partilhou na Nigéria, no dia 22, alguns dos "bons resultados" alcançados na realização do Festival Literário Internacional do Interior (FLII) ao longo de cinco anos. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também A ruralidade de Saramago em “As Pequenas Memórias” Cultura
01 Dez 2022 12:14 PM

Maria Celeste Garção No dia 19 de novembro, a Liga de Amigos do Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques (LAMELH), celebrou o centenário de Saramago, nascido a 16 de novembro de 1922, na Azinhaga do Ribatejo. Leia a notícia completa na...

Ler artigo
Trevim: Leia também Francisco Gonçalves ganha um lugar no pódio na prova mais importante do Circuito Nacional Desporto
01 Dez 2022 12:08 PM

Adriana Carvalho Durante os dias 12 e 13 de novembro, os nossos atletas não seniores do Cabril-Serpins participaram na prova de maior importância do circuito nacional do calendário da Federação Portuguesa de Badminton, deste mesmo escalão. Leia a notícia completa...

Ler artigo
Trevim: Leia também Rugby Club da Lousã continua a somar vitórias Desporto
01 Dez 2022 12:02 PM

As equipas de sub-16 e de sub-19 do Rugby Club da Lousã deslocaram-se à Trofa onde defrontaram os  Espartanos,  um novo clube daquela cidade. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Trevim: Leia também ‘Quase Congresso de Música Afetiva’  em Serpins Cultura
01 Dez 2022 12:00 PM

A associação ‘A Música Portuguesa a Gostar dela Própria’ (MPGDP) organiza o ‘Quase Congresso de Música Afetiva’ a 8 de dezembro, na sede do Rancho Folclórico Flores de Serpins. Leia a notícia completa na edição n.º 1497 do Trevim

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.