Avançar para o conteúdo principal

Duas figuras determinantes no percurso para assegurar o futuro do Trevim: João Poiares Malta e António Carlos Malta

Pedro Júlio Malta

Em Março de 1970 o Trevim entrou em crise económica. Precisamente dois anos e cinco meses após a edição do número 1. Vários factores levaram a essa situação, mas o fundamental foi, efectivamente, o económico. Amadorismo a mais na administração do jornal, que levou a um saldo devedor com a Gráfica da Lousã, onde era feita a composição e impressão do Trevim, cuja subida era preciso evitar a todo o custo.

Por isso, numa tentativa de resolver o problema, o Trevim teve de suspender a publicação. Em 1 de Março de 1970 escrevi que só com a suspensão “é possível conquistar o tempo para a meditação, de que surja a reestruturação apetecida”. E mais adiante: “resta-nos acalentar o voto de Esperança de que esta suspensão não seja muito longa”. E não foi, conforme se vê adiante.

O caminho da nova fase tem início em 15 de Julho do mesmo ano, com o jornal a ser composto e impresso na Gráfica de Coimbra, a um preço mais razoável. Com o andar do tempo regularizou-se a situação devedora com a Gráfica da Lousã e encetou-se uma vida tão normal quanto possível.

É aqui que surge a colaboração inestimável do meu pai e do meu irmão António, que disponibilizaram o balcão da Casa Havanesa para a realização do expediente de pagamento de assinaturas e de anúncios. Foi uma situação que implicou muita entrega e foi muito trabalhosa. Doutro modo – ainda assim penso hoje – teria sido muito difícil a sobrevivência do jornal.

Depois de regularizada a transferência da propriedade do jornal para a Cooperativa Trevim, com escritura, entretanto lavrada no Cartório Notarial da Lousã, em 3 de Março de 1979, ficaram inscritos, na edição de 6 de Maio de 1981, alguns agradecimentos a amigos e entidades que tinham ajudado a firmar o jornal e um agradecimento particular nos seguintes termos: “Ainda que de natureza mais privada não posso esquecer a colaboração da Casa Havanesa, nas pessoas de meu pai e meu irmão António, sem cujo esforço ter-me-ia sido impossível fazer a administração do jornal em determinados momentos da sua existência”.

Neste tempo em que se vai comemorando o cinquentenário do Trevim não podia deixar de evocar, ainda que resumidamente, a situação de crise do jornal, iniciada em meados de 1970, para cuja solução foi determinante o esforço laborioso de João Poiares Malta, que “deu a cara” pelo jornal, contra “ventos e marés”, com coragem e desassombro, entre Julho de 1970 e início da década de 1980. Igualmente merece este tributo de homenagem a meu pai o meu irmão António Carlos Malta, pelos motivos que atrás invoquei.

Tags:
Autor: Carlos A. Sêco

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também Homenagem a Zeca Afonso esta sexta-feira com grandes músicos Sem categoria
22 Fev 2024 03:22 PM

X Jantar da Fraternidade na Lousã José Afonso, trovador da liberdade falecido em 23 de fevereiro de 1987, vai ser evocado mais uma vez na Lousã, esta sexta-feira, 23 de fevereiro, no âmbito do X Jantar da Fraternidade, promovido por...

Ler artigo
Trevim: Leia também Cooperativa Trevim completa 45 anos em liberdade Sociedade
22 Fev 2024 09:35 AM

A presente edição do Trevim concretiza-se em pleno, como sempre tem de ser, com a chegada às bancas, mas sobretudo a casa dos assinantes, que continuam a ser a razão maior da produção do jornal e da fundação da Cooperativa...

Ler artigo
Trevim: Leia também Louzantrail no trilho da sustentabilidade Desporto
22 Fev 2024 12:01 AM

Caracterizado por ser uma ‘prova de emoções’, o Louzantrail regressa aos trilhos lousanenses entre 1 e 3 de março, numa organização do Montanha Clube (MC). Com as inscrições esgotadas nos percursos de 30 e 18 quilómetros e caminhada, restam apenas...

Ler artigo
Trevim: Leia também Aprovado plano de atividades e orçamento na Filarmónica da Lousã Concelho
22 Fev 2024 12:01 AM

Sendo a primeira assembleia geral (AG) realizada na gestão dos órgãos diretivos, eleitos em maio do 2023 e que cessam funções no final deste ano, o plano de atividades e orçamento 2024 da Sociedade Filarmónica Lousanense (SFL) foi aprovado por...

Ler artigo
Trevim: Leia também Bruno Silvestre materializa janelas de madeira da freguesia Concelho
22 Fev 2024 12:01 AM

Um problema de saúde que o obrigou a reformar-se aliado à curiosidade levaram Bruno Silvestre a investir nos trabalhos em madeira, que já lhe abriram várias janelas. A esposa, Ana Ferreira, é a responsável pelos desenhos. “Ela é a artista,...

Ler artigo
Trevim: Leia também Recreativo Vilarinhense procura novos órgãos sociais Concelho
22 Fev 2024 12:01 AM

A atual direção do Clube Recreativo Vilarinhense (CRV), encabeçada por Diana Serra, não se candidatou a um novo mandato, mas vai manter-se funções até 24 de março, na expectativa de que apareçam novos voluntários para manter a coletividade. Depois de...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.