Avançar para o conteúdo principal

Entrega do relatório da comissão independente adiada um mês

Só a 19 de março, um mês depois da data anunciada (19 de fevereiro), é que será entregue o relatório da Comissão Técnica Independente que está a investigar as causas e consequências do fogo de 15 e 16 de outubro na Região Centro.

O esclarecimento foi feito pelo porta-voz da conferência de líderes da Assembleia da República, o deputado Duarte Pacheco (PSD), que acrescentou ter sido agendada para 28 de março a discussão sobre tema. A realização do debate foi proposta pelo PCP e “imediatamente consensualizada”, assinalou Duarte Pacheco na passada quinta-feira.

Antes, a 2 de fevereiro, a Assembleia da República aprovou por unanimidade, um projeto de lei, subscrito por PSD, PS, BE, CDS-PP, PCP e PEV, que determinou que o mandato da Comissão Técnica Independente termina a 19 de março.

De acordo com a exposição de motivos do diploma, “no decurso dos seus trabalhos, iniciados no final de dezembro de 2017, a Comissão Técnica Independente constatou a enorme multiplicidade e diversidade de situações, a grande dispersão geográfica daqueles incêndios e das suas consequências, o que, naturalmente, teve reflexos na sua atividade”.

“Acidente elétrico”

Mesmo antes da entrega formal do relatório, foi já avançada a informação de que o fogo que começou na Lousã, a 15 de outubro de 2017, foi causado “por um acidente elétrico de um cabo de alta tensão”, revelou Paulo Fernandes, investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e membro da Comissão Técnica Independente. Terá sido na zona do Boque, ainda na freguesia de Vilarinho.

“Creio que bateu numa árvore ou uma árvore que tombou sobre um cabo”, disse o investigador a 17 de janeiro passado, à margem de um debate em Vila Real.

“Os fogos naturais sempre ocorreram e os fogos por acidente elétrico também, particularmente em dias deste tipo, com ventos. Voltou a acontecer em 15 de outubro, por exemplo: o fogo que se iniciou na Lousã, e é o maior de sempre em Portugal, foi causado exatamente por um acidente elétrico de um cabo de alta tensão, creio, que bateu numa árvore ou de uma árvore que tombou sobre um cabo”, salientou.

Os incêndios de outubro atingiram 27 concelhos da região Centro, provocando 46 mortos e cerca de 70 feridos, destruindo, total ou parcialmente, cerca de 800 habitações permanentes, quase 500 empresas e extensas áreas de floresta nos distritos de Coimbra, Aveiro, Castelo Branco, Guarda, Leiria e Viseu.

Tags:
Autor: Carlos A. Sêco

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também São Brás com sol atrai muitos a Serpins Serpins
08 Fev 2024 09:38 AM

O céu limpo e as temperaturas de primavera que se fizeram sentir no domingo, dia 4, foram determinantes para o sucesso dos festejos de São Brás, no Cabeço da Igreja, em Serpins. “Correu tudo pelo melhor, este ano tivemos muito...

Ler artigo
Trevim: Leia também Território do ‘metrobus’ atropela cidadania Opinião
08 Fev 2024 09:37 AM

[caption id="attachment_17434" align="alignleft" width="300"] Casimiro Simões[/caption] Em 2016, foi entregue na Assembleia da República uma petição com mais de 8.000 assinaturas, promovida pelo Trevim, pela reposição do serviço público ferroviário no Ramal da Lousã, encerrado em 2010. O documento foi...

Ler artigo
Trevim: Leia também BD de Jonas, o Reguila nomeada para o prémio “obra revelação” Cultura
08 Fev 2024 09:33 AM

“O Caso da Custódia Roubada” acaba de ser nomeado para o prémio “obra revelação da banda desenhada nacional – Vinhetas d’Ouro 2023”. Assim, depois da nomeação, na mesma categoria, na Amadora BD, em outubro de 2023, chega a vez desta...

Ler artigo
Trevim: Leia também Jó Dutra lança “Temas e Devaneios” Cultura
08 Fev 2024 09:32 AM

“Temas e Devaneios” é o título do CD de estreia de Jó Dutra, músico lousanense que, em breve, apresentará ao vivo onze composições da sua autoria. O Trevim esteve à conversa com o compositor, para quem este trabalho é um...

Ler artigo
Trevim: Leia também A imprensa enquanto suporte de uma sociedade informada e democrática Opinião
08 Fev 2024 09:28 AM

  [caption id="attachment_16708" align="alignleft" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] “Caiu o pano” sobre o quinto Congresso dos Jornalistas realizado recentemente em Lisboa. Diretores, jornalistas, políticos no ativo e alguns já desativados e especialistas defenderam o jornalismo enquanto “pilar da democracia”. Acompanhei...

Ler artigo
Trevim: Leia também Executivo da Lousã interpõe providência cautelar a cortes rasos no Casal Novo Concelho
08 Fev 2024 09:24 AM

A Câmara da Lousã interpôs em tribunal, no início de fevereiro, uma providência cautelar para suspender operações de corte raso de árvores junto ao Casal Novo, em áreas que afirma serem propriedade municipal. Na sessão do executivo, no dia 5,...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.