Avançar para o conteúdo principal

Vamos embora… mas continuamos (Até já!)

Pedro Júlio Malta e João Poiares da Silva

Quando, há cerca de três anos e meio, voltámos a assumir a direcção do Trevim, já sabíamos que era uma tarefa a prazo. O peso dos anos não perdoa. Falta-nos o tempo ( e, por vezes, as condições de saúde não são as mais favoráveis ) para acompanharmos como deve ser a produção do jornal e para outras actividades da vida privada, cuja realização ainda se sonha levar a cabo. Por isso, termos exposto à Direcção da Cooperativa o desejo de nos vermos desvinculados das nossas obrigações.

Lemos algures que “todos os dias somos confrontados com novas realidades no que diz respeito à comunicação, entretenimento e acesso à informação, realidades que o cidadão comum ainda não é capaz de compreender na sua totalidade, mas que já se tornou completamente dependente destas.”

Depois de ter completado há poucos meses meio século de vida ao serviço da Lousã e dos lousanenses, precisamente num momento em que aumenta o decréscimo do número de leitores da imprensa escrita, por causa de uma cada vez maior procura dos novos meios tecnológicos disponíveis para o acesso a uma informação mais rápida e menos onerosa, o Trevim tem que acelerar a sua trajectória de aproveitamento de todas essas potencialidades modernas.

Por esse motivo já há muito tempo que vimos defendendo que o futuro deste jornal passa pelo compromisso e empenhamento de uma geração mais nova, capaz de transformar o Trevim num veículo de informação mais dinâmica, sem abdicar obviamente dos princípios que estiveram na sua génese e contando sempre com a experiência dos mais velhos.

No editorial do nosso regresso já reconhecemos que “vivemos uma época em que as novidades tecnológicas e a velocidade da informação aí estão para quem as possa e queira acompanhar e aproveitar. Forjou-se, por isso, no decurso destes anos, uma nova camada de leitores que dispõe agora de um grau maior de exigência, totalmente diversa da dos leitores do passado.”

Como não temos receio de admitir e de expor as nossas limitações face à actual conjuntura tecnológica, e também pelas razões aduzidas no início deste texto, satisfaz-nos vermos aceite a nossa substituição por dois jovens já com provas prestadas em colaboração no jornal, quer na produção de conteúdos, quer na parte de execução técnica: o José Luís Santos e a Tatiana Ribeiro.

Para eles vai a nossa gratidão por se terem disponibilizado em assumir o compromisso com o futuro do Trevim, ao mesmo tempo que fazemos votos para que consigam levar “o barco a bom porto”. Os nossos agradecimentos pelo apoio sempre explícito que nos concederam, indispensável para a concretização do rumo que imprimimos ao nosso contributo para a regular continuidade do jornal, vão também para o colectivo da Redacção, para a Direcção da Cooperativa, para o serviço administrativo e para todos quantos, de uma maneira ou outra, prestam ao jornal colaboração inestimável.

Não se trata aqui de fazermos a nossa despedida. Prosseguiremos com o mesmo espírito de colaboração que nos vem do tempo da fundação do jornal. Não podia, aliás, ser doutro modo.

 

Tags:
Autor: Carlos A. Sêco

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também São Brás com sol atrai muitos a Serpins Serpins
08 Fev 2024 09:38 AM

O céu limpo e as temperaturas de primavera que se fizeram sentir no domingo, dia 4, foram determinantes para o sucesso dos festejos de São Brás, no Cabeço da Igreja, em Serpins. “Correu tudo pelo melhor, este ano tivemos muito...

Ler artigo
Trevim: Leia também Território do ‘metrobus’ atropela cidadania Opinião
08 Fev 2024 09:37 AM

[caption id="attachment_17434" align="alignleft" width="300"] Casimiro Simões[/caption] Em 2016, foi entregue na Assembleia da República uma petição com mais de 8.000 assinaturas, promovida pelo Trevim, pela reposição do serviço público ferroviário no Ramal da Lousã, encerrado em 2010. O documento foi...

Ler artigo
Trevim: Leia também BD de Jonas, o Reguila nomeada para o prémio “obra revelação” Cultura
08 Fev 2024 09:33 AM

“O Caso da Custódia Roubada” acaba de ser nomeado para o prémio “obra revelação da banda desenhada nacional – Vinhetas d’Ouro 2023”. Assim, depois da nomeação, na mesma categoria, na Amadora BD, em outubro de 2023, chega a vez desta...

Ler artigo
Trevim: Leia também Jó Dutra lança “Temas e Devaneios” Cultura
08 Fev 2024 09:32 AM

“Temas e Devaneios” é o título do CD de estreia de Jó Dutra, músico lousanense que, em breve, apresentará ao vivo onze composições da sua autoria. O Trevim esteve à conversa com o compositor, para quem este trabalho é um...

Ler artigo
Trevim: Leia também A imprensa enquanto suporte de uma sociedade informada e democrática Opinião
08 Fev 2024 09:28 AM

  [caption id="attachment_16708" align="alignleft" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] “Caiu o pano” sobre o quinto Congresso dos Jornalistas realizado recentemente em Lisboa. Diretores, jornalistas, políticos no ativo e alguns já desativados e especialistas defenderam o jornalismo enquanto “pilar da democracia”. Acompanhei...

Ler artigo
Trevim: Leia também Executivo da Lousã interpõe providência cautelar a cortes rasos no Casal Novo Concelho
08 Fev 2024 09:24 AM

A Câmara da Lousã interpôs em tribunal, no início de fevereiro, uma providência cautelar para suspender operações de corte raso de árvores junto ao Casal Novo, em áreas que afirma serem propriedade municipal. Na sessão do executivo, no dia 5,...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.