Avançar para o conteúdo principal

Situação financeira da Misericórdia leva à renúncia de dois mesários

A “grave situação financeira” da Santa Casa da Misericórdia da Lousã, que apresentava prejuízos na ordem dos 166 mil euros já no final de junho de 2018, motivou a renúncia do cargo por parte dos membros da Mesa Administrativa, Manuel Parola Gonçalves e Hermínio Rodrigues de Almeida. O défice existente foi dado a conhecer aos responsáveis da instituição em várias reuniões em setembro, tanto pelo Conselho Fiscal, como pelo Técnico Oficial de Contas, José Nunes Rodrigues.

Manuel Parola Gonçalves justifica a sua saída com vários argumentos. Um deles relaciona-se com o duplo financiamento das obras da Estrutura Residencial para Idosos – através de financiamento bancário e Fundo Rainha D. Leonor – que vem contrariar um dos princípios da atribuição das verbas deste fundo, segundo o qual as mesmas despesas não podem ser objeto de financiamento por outros regimes. “Ora estas mesmas despesas foram objeto de financiamento por entidade bancária, cujo empréstimo foi aprovado em Assembleia Geral. O valor sujeito a duplo financiamento foi de 212. 895,72 mil euros”, salienta o ex-mesário que pediu renúncia do cargo com efeitos a partir de 1 de outubro.

Outra das justificações apresentadas é a ausência de indicação na contabilidade da instituição, até reunião da Mesa do dia 24 de setembro, do valor da dívida do Brasil, que aumenta todos os meses, não tendo sido essa dívida refletida nas contas de 2017, pese embora a chamada de atenção de alguns mesários. De acordo com informação do Conselho Fiscal, a dívida acumulada com os três pisos do edifício “Lousã”, em São Paulo, em que só um está parcialmente alugado (havendo despesas de condomínio, impostos e comissões superiores à receita), é de 52 mil euros, sendo mensalmente de cerca de 5. 200 euros.

A estas questões, acresce, conforme é referido na carta, “o desastre completo que foi e é o contrato assinado para arrendamento/venda do Hospital de São João”, que “só prejudica a Santa Casa da Misericórdia, não havendo nenhuma alínea que possa garantir à Santa Casa qualquer indemnização em caso de incumprimento do contrato por parte do comprador/arrendatário”. “Neste momento, temos um edifício vazio sem paredes interiores (…). Este será, porventura, um dos negócios mais desastrosos da Misericórdia nos últimos anos”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1390

Tags:
Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também São Brás com sol atrai muitos a Serpins Serpins
08 Fev 2024 09:38 AM

O céu limpo e as temperaturas de primavera que se fizeram sentir no domingo, dia 4, foram determinantes para o sucesso dos festejos de São Brás, no Cabeço da Igreja, em Serpins. “Correu tudo pelo melhor, este ano tivemos muito...

Ler artigo
Trevim: Leia também Território do ‘metrobus’ atropela cidadania Opinião
08 Fev 2024 09:37 AM

[caption id="attachment_17434" align="alignleft" width="300"] Casimiro Simões[/caption] Em 2016, foi entregue na Assembleia da República uma petição com mais de 8.000 assinaturas, promovida pelo Trevim, pela reposição do serviço público ferroviário no Ramal da Lousã, encerrado em 2010. O documento foi...

Ler artigo
Trevim: Leia também BD de Jonas, o Reguila nomeada para o prémio “obra revelação” Cultura
08 Fev 2024 09:33 AM

“O Caso da Custódia Roubada” acaba de ser nomeado para o prémio “obra revelação da banda desenhada nacional – Vinhetas d’Ouro 2023”. Assim, depois da nomeação, na mesma categoria, na Amadora BD, em outubro de 2023, chega a vez desta...

Ler artigo
Trevim: Leia também Jó Dutra lança “Temas e Devaneios” Cultura
08 Fev 2024 09:32 AM

“Temas e Devaneios” é o título do CD de estreia de Jó Dutra, músico lousanense que, em breve, apresentará ao vivo onze composições da sua autoria. O Trevim esteve à conversa com o compositor, para quem este trabalho é um...

Ler artigo
Trevim: Leia também A imprensa enquanto suporte de uma sociedade informada e democrática Opinião
08 Fev 2024 09:28 AM

  [caption id="attachment_16708" align="alignleft" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] “Caiu o pano” sobre o quinto Congresso dos Jornalistas realizado recentemente em Lisboa. Diretores, jornalistas, políticos no ativo e alguns já desativados e especialistas defenderam o jornalismo enquanto “pilar da democracia”. Acompanhei...

Ler artigo
Trevim: Leia também Executivo da Lousã interpõe providência cautelar a cortes rasos no Casal Novo Concelho
08 Fev 2024 09:24 AM

A Câmara da Lousã interpôs em tribunal, no início de fevereiro, uma providência cautelar para suspender operações de corte raso de árvores junto ao Casal Novo, em áreas que afirma serem propriedade municipal. Na sessão do executivo, no dia 5,...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.