As três rotundas à entrada da vila da Lousã sofreram obras recentemente e, pouco antes da data das eleições autárquicas, já eram visíveis ao público. De acordo com informação prestada pela Câmara Municipal da Lousã, o projeto paisagístico foi da responsabilidade da empresa Verde Paisagismo, empresa de Projetos Paisagistas, da Lousã, liderada pelo lousanense Domingos Mendes Lopes, diretor de Departamento da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD).
“Teve, na sua conceção, como objetivo, manter coerência entre as três rotundas reforçando elementos identitários da Lousã: o xisto e a montanha (simbolicamente introduzida em vários momentos da modelação dos espaços. Na escolha do material vegetal é dada preferência a vegetação perene e joga-se com alguma variação cromática, quer pela cor da folha e pela sua variação ao longo do ano, quer pela textura e frutificação)”, explica ainda a autarquia.
A peça de arte que embeleza a rotunda do Freixo, e que dá acesso à variante a Foz de Arouce, foi idealizada pelos promotores do projeto de empreendedorismo “Isto é Lousã”, Gonçalo Marques e João Martins, tendo a peça sido devidamente integrada pelos paisagistas.

Leia mais na edição impressa do Trevim nº 1363