“A Pedrinhas nasceu da alegria e da energia infinitas do Pedrinho”. Assim apresenta Ana Brazião, a mãe de Pedro Rodrigues, a Cooperativa de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, recentemente constituída na Lousã com base na vida criativa do menino Pedro Rodrigues, falecido este ano com dez anos.

Tendo como fundadores pessoas que experienciaram os sucessos e adversidades da vida de uma criança com cancro, a cooperativa tem como objetivo promover atividades lúdicas e ocupacionais para crianças e jovens com doença oncológica.

“Sabemos por experiência como o brincar e o criar são fundamentais na edificação do bem-estar das crianças e jovens em tratamento, por esse motivo a Pedrinhas pretende promover atividades lúdicas e ocupacionais, para as crianças e jovens com doença oncológica”, salienta Ana Brazião, explicando outra finalidade da cooperativa. “O domicílio é o espaço de eleição e de permanência prolongada, fruto do isolamento imposto pelos tratamentos. Consciente desta necessidade, a Pedrinhas tem também como objetivo a intervenção na habitação das crianças e jovens com doença oncológica.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1391