“Se correr tudo normalmente, no inicio do mês de maio poderão começar a ter início as obras”, disse ao Trevim, Luís Antunes, presidente da Câmara Municipal da Lousã (CML), referindo-se à requalificação das ruas do Comércio, General Humberto Delgado, Combatentes da Grande Guerra e do Largo Alexandre Herculano, cujo relatório final foi aprovado, por unanimidade, em reunião do executivo municipal, dia 1 de abril.

As empreitadas, a ser executadas de modo “faseado”, foram adjudicadas à empresa Carlos Gil – Obras Públicas, Construção Civil e Montagem Elétrica, pelo valor global de 909 mil euros, com prazo de execução de 210 dias, após assinatura do contrato.

O autarca explica que os trabalhos nestas artérias do centro histórico da vila vão decorrer em duas vertentes, tanto ao nível do subsolo como também ao nível da plataforma. Estão previstas intervenções “infraestruturais no subsolo, com a renovação das redes de águas e criação de alguns pontos em termos de redes de saneamento”. “Tudo aquilo que tem a ver com águas pluviais e o seu encaminhamento, e outras intervenções pontuais relacionadas com o subsolo”, acrescentou.

Ao nível da plataforma, as intervenções estão relacionadas com “a alteração de sentidos de trânsito, tipo de pavimento, sinalética, introdução de mobiliário urbano”, uma empreitada que permite a “criação de outras condições de circulação pedonal e rodoviária”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim n.º 1402