São quatro os jovens que decidiram deixar os seus países para fazer Serviço Voluntário Europeu (SVE) na Lousã, através da ACTIVAR, procurando a oportunidade de conhecer uma nova cultura e pessoas e aprender um novo idioma.

O SVE permite que os jovens desenvolvam, num período que pode ir até 12 meses, uma ação de voluntariado num país diferente. Para além de fomentar a solidariedade, proporciona um serviço de aprendizagem intercultural, enquanto beneficia as comunidades que recebem os voluntários.

Da Alemanha chegou a Maria Jungmann que, durante oito meses, vai participar no projeto “Be the soul of the mountains” (“Sê a alma das montanhas”), deslocando-se ao Talasnal todas as semanas para desenvolver algumas atividades , desde workshops a dinâmicas de grupo para diferentes públicos.

Quando questionada pelo Trevim sobre as diferenças entre a Alemanha e Portugal, Maria não poupou elogios “os alemães são diferentes: mais rígidos e muito reservados, já os portugueses têm uma mente extremamente aberta, são calmos e serenos, e um povo bastante acolhedor”, acrescentando ainda que durante a estadia na Lousã terá a oportunidade de “ganhar grandes experiências e memórias inesquecíveis”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim N.º 1406