De 15 a 26 de julho o lugar das Levegadas foi palco do campo de trabalho internacional “Fontes, Lavadouros e outros Tesouros”.

Desenvolvido pela Activar, com o apoio da Junta de Freguesia da Lousã e Vilarinho e da Câmara Municipal da Lousã e financiado pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), cerca de 20 jovens de 12 nacionalidades diferentes deslocaram-se para a Lousã a fim de integrar o projeto.

Nos 12 dias de trabalho, os jovens focaram o seu trabalho na limpeza e restauro dos fontanários, tanques e lavadouros, melhorando as suas funções e a sua aparência.

Na “festa de despedida”, realizada no dia 24 de julho, os voluntários apresentaram à comunidade o trabalho desenvolvido e partilharam experiências e momentos marcantes durante a realização das atividades.

Um dos voluntários, natural de Espanha, salientou “o orgulho no grupo de trabalho que se formou, conhecer a Lousã e a comunidade, os costumes e as tradições”.

Zoia Nikitina, voluntária proveniente da Rússia que está na Lousã desde setembro de 2018, reforçou a “excelente oportunidade de trabalhar com pessoas e culturas tão diferentes e de revitalizar o património das pequenas aldeias”.

Helena Correia, secretária do Executivo da Junta de Freguesia de Lousã e Vilarinho, agradeceu a todos os voluntários pelo trabalho desenvolvido, e em especial por darem “vida às Levegadas”, desejando ainda que os jovens “guardem a vinda à Lousã nos corações, não só pela aprendizagem mas também pela experiência”.

Leia a notícia completa na edição impressa do Trevim N.º1410