Paulo Correia, empresário lousanense de 53 anos, fundou a Socigene em 1991, na Lousã, uma empresa de comércio de produtos de papel nas áreas da higiene e limpeza que hoje é a principal acionista (holding) de um grupo com outras três empresas que empregam cerca de 240 pessoas.
Deste mercado, onde iniciou desde cedo a sua atividade profissional, para a transformação de papel, através da criação da Trevipapel, em 1999, foi um passo natural. “No início comprava todos os produtos consumíveis, na área da higiene, a outros transformadores de papel e questionei-me porque é que não podia ser eu a transformar os próprios produtos que adquiria a outros”, disse em entrevista ao Trevim.
Leia a entrevista na edição impressa do TREVIM N.º1425