Avançar para o conteúdo principal

APIN seguiu Águas do Ribatejo no modelo e contestação dos aumentos

Na reunião da Assembleia Municipal (AM) da Lousã de 16 de julho, o presidente da Câmara revelou que o modelo usado na empresa APIN foi “inspirado” na congénere Águas do Ribatejo, dizendo que esta é “hoje é um caso de sucesso de gestão integrada”, apesar das “dificuldades que passou no início da sua criação”.

Esta empresa intermunicipal foi constituída em dezembro de 2007 e gere atualmente os serviços de abastecimento de água e de saneamento nos concelhos de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos, a que se juntou depois Torres Novas.

À semelhança do que aconteceu no concelho da Lousã, também ali os consumidores protestaram contra o aumento das tarifas, através de uma petição com mais de 800 subscritores, que denunciava “o aumento brutal registado na fatura da água” e pedia “a retificação do preçário” previsto para 2014-2017.

Na reunião da AM em Serpins Luís Antunes voltou a afirmar que “há cerca de quatro anos deixou de haver a possibilidade de os municípios acederem, de forma isolada, a fundos comunitários”, situação que pode dificultar a gestão destes sistemas face às elevadas perdas de água por degradação das condutas e aos avultados investimentos para a necessária ampliação das redes de saneamento.

O edil referiu ainda que “há vários anos que o município não era autossuficiente em termos de abastecimento de água”, que com o crescimento populacional os recursos hídricos não eram suficientes para responder às necessidades, “e muito menos a quantidade de água captada na Serra da Lousã”.

Petição contra Águas do Alto Minho

conta mais de 8 mil assinaturas

Uma petição lançada em março por residentes dos sete municípios que constituem a empresa Águas do Alto do Minho (AdAM), exige “a revogação do contrato” e a devolução da exploração e gestão do sistema de águas de “para o domínio das autarquias”.

O documento, atualmente com mais de 8 mil assinaturas, levanta questões semelhantes à petição do Movimento Espontâneo de Cidadãos da Lousã, que pede a saída do município da APIN e contesta os aumentos, falhas e erros na faturação.

No caso AdAM, os peticionários protestam contra “o aumento exponencial dos valores faturados”, irregularidades na transmissão de dados e no acesso aos débitos diretos. Segundo a informação na página internet, a faturação chegou a ser suspensa e só foi retomada em junho, “com a emissão da fatura de março”, depois de “regularizados os erros identificados na faturação inicial”. Esta sociedade é detida em 51% pela empresa pública Águas de Portugal, sendo os restantes 49% assumidos pelos municípios de Arcos de Valdevez, Caminha, Paredes de Coura, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira.

Tags: 1437 | Concelho
Autor: Soraia Santos

0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também Entidade multimunicipal marca passo há oito anos Concelho
13 Jun 2024 10:13 AM

Criada há oito anos, por iniciativa dos municípios de Lousã, Góis, Miranda do Corvo, Castanheira de Pera, Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Penela, a Agência para o Desenvolvimento da Serra da Lousã (ADSL) “não conseguiu ainda operacionalizar-se”, disse ao...

Ler artigo
Trevim: Leia também Acesso a Foz de Arouce reaberto mas continua vedado a pesados Concelho
13 Jun 2024 10:12 AM

Reabriu ao trânsito, no dia 31 de maio, o acesso a Foz de Arouce a partir da EN17, que continua, todavia, com proibição à circulação a veículos pesados no sentido Coimbra-Lousã, em vigor há quatro anos. Cortada desde março devido...

Ler artigo
Trevim: Leia também Tribunal proíbe madeireiro de cortar em áreas municipais Concelho
13 Jun 2024 10:11 AM

O Tribunal da Lousã aceitou a providência cautelar interposta pela Câmara contra uma empresa de Góis para suspender o corte raso de árvores junto a Casal Novo, Vaqueirinho e Chiqueiro, em terrenos do município, disse Ricardo Fernandes na reunião do...

Ler artigo
Trevim: Leia também Talasnal pede travão ao abate de árvores Concelho
13 Jun 2024 10:09 AM

A Associação de Recuperação do Talasnal foi recebida, no dia 29 de maio, pela Comissão Parlamentar de Ambiente e Energia a propósito do abate de árvores na Serra da Lousã, pedindo alterações legislativas que impeçam cortes rasos. A audiência, disponível...

Ler artigo
Trevim: Leia também Politécnico de Coimbra quer atrair alunos para o polo da Lousã Concelho
13 Jun 2024 10:07 AM

Jorge Conde, presidente do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), espera que a ‘Lousã Green School’, inaugurada no dia 4 nas antigas instalações da EDP, atinga a marca dos 200 alunos, dentro de dois anos.  “O nosso objetivo é convencer os...

Ler artigo
Trevim: Leia também Misericórdia crê que bens do Brasil vão ter solução Concelho
13 Jun 2024 10:02 AM

A empresa brasileira Metaforma, especializada em requalificação imobiliária, está em negociações com a Santa Casa da Misericórdia da Lousã para uma eventual compra dos três andares que esta possui no centro de São Paulo, no Brasil. Na última reunião da...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.