Questionada pelo Trevim, a Junta de Freguesia de Foz de Arouce e Casal de Ermio explicou que, em 2018, foi enviado um ofício à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e Câmara Municipal da Lousã (CML), informando “o estado do açude da Marola e da necessidade de intervenção”. Na ocasião, a APA “emitiu um parecer no sentido de imputar a manutenção do açude aos confinantes com o mesmo, pois assim a lei o atribui”.

Leia a notícia completa na edição n.º1491 do Trevim.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Mariana Domingos
Carregar mais artigos em Concelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Associação Desportiva Serpinense sopra 69 velas

A fundação do cube remonta a 19 de setembro de 1953, no entanto, “pouco se sabe sobre a at…