A obra, editada pela Letras Lavadas, é uma viagem pela história e pela memória do papel cultural das bibliotecas itinerantes da Fundação Calouste Gulbenkian, junto das populações dos meios rurais, na segunda metade do século XX. C.S

Leia a notícia completa na edição n.º1492 do Trevim.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por admin
Carregar mais artigos em Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja também

Belenenses vence a Licor Beirão CUP

Lousã-Belenenses o mais importante da taça …