Avançar para o conteúdo principal

Figuras Populares – Quim Gato, “O homem do volante pesado”

O humor, a excentricidade e o farto bigode à Manel Campeão, servem-nos hoje como lembrete à tipicidade deste lousanense que, em particular, a nossa classe média bem conheceu!

Joaquim Fernandes de Almeida, nascido na Flor da Rosa no ano de 1925, era filho de José F. Almeida “Gato” (1887/1956) que gerou uma lista interminável de filhos e foi fundador de uma moagem na Flor da Rosa e, simultaneamente, em primórdios do século XX, da antiga “Serração de Madeiras”, onde hoje funciona o hipermercado Continente. E foi ali, naquela saudosa área, que nasceram os Fernandes de Almeida (desta linhagem) sob o epíteto ancestral de “Gatos”. São inúmeras as histórias sobre esta gente, desenvolvidas no interior da humildade lousanense… Não conseguimos apurar com exatidão a origem desta alcunha, apenas sabemos que é secular e que o sobrenome Almeida, tem proveniência na Silveira, Serra da Lousã.

Joaquim Fernandes de Almeida (façam favor, Quim Gato) era um dos motoristas desta empresa, assumida no ano de 1950 pelo seu irmão Armando (1921/1982), falecido num acidente de viação junto a Boiça de Penela a 30 de janeiro de 1982, aos 61 anos de idade, numa altura em que empregava cerca de 100 trabalhadores. Partindo sem dizer água vai, deixou a esposa Cesaltina, as filhas Palmira e Gabriela e o filho Zé Gato, entregues ao destino daquela indústria. Em verdade, estas firmas eram, naquele tempo de extrema penúria, a faculdade pessoal da indigência lousanense.

Quim Gato era, em nosso ver, um homem de temperamento salgado e, embora vivesse ali junto à Fonte do Botão (que já não existe), saciava a sede a dez metros ao lado, na sua própria adega, onde algumas vezes entrámos! Recordamos com saudade esses momentos, esses homens feitos de um só coração!…

Se nos perdoam a expressão, queremos dizer que os “Gatos” (assanhados ou não) tinham na verdade uma idiossincrasia pacífica, ramificada certamente na simples estirpe dos seus antepassados!… Classificamos este nosso antigo vizinho como um homem de irreverência sadia, a tender para a truanice, sem deixar porventura de ser um cidadão justo, liberal. Foi a todo o tempo, um exímio representante do casticismo lousanense.

Como motorista da casa Armando Gato teve ao longo dos anos vários ajudantes, entre eles o nosso saudoso amigo Adelino Sequeira (1923/2006), que em meados da década de 60 emigrou para os Países Baixos, onde veio a falecer. Era o excelente “dueto” Quim & Lino, a friccionar aquele instrumento que, na gíria musical, se chama copofone! Adelino Sequeira, “sinfonista de Alegros” e que tocava muito bem gaita-de-beiços, tinha por hábito desinfetar a mesma com bagaço e o concerto era de arromba!

O chiste folgazão de Quim Gato deixou de o ser a 8 de dezembro de 1990, três meses após o seu sexagésimo quinto aniversário. Foi casado com Florinda da Piedade, nascida na Rua Nova a 26 de janeiro de 1928, felizmente ainda viva, graças ao eminente empenho de suas filhas Odete, Leonor, Gena, Lena e filho Pedro. O José (gémeo com a Gena) faleceu após um grave acidente de viação na Reta de Coimbra, no verão de 1976.

Carlos Ramalheiro

Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também A imprensa enquanto suporte de uma sociedade informada e democrática Opinião
08 Fev 2024 09:28 AM

  [caption id="attachment_16708" align="alignleft" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] “Caiu o pano” sobre o quinto Congresso dos Jornalistas realizado recentemente em Lisboa. Diretores, jornalistas, políticos no ativo e alguns já desativados e especialistas defenderam o jornalismo enquanto “pilar da democracia”. Acompanhei...

Ler artigo
Trevim: Leia também Em tempo de eleições – Uma reflexão Opinião
25 Jan 2024 12:01 AM

[caption id="attachment_16708" align="alignright" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] Os partidos políticos que se foram adaptando aos novos tempos, têm valor de marca se o passado o permite, mesmo quando a circunstância que o justificou está ultrapassada. No fundo é o que...

Ler artigo
Trevim: Leia também ‘Atenção plena’ e os seus benefícios Opinião
25 Jan 2024 12:01 AM

  [caption id="attachment_8337" align="alignright" width="300"] Melanie Magalhães[/caption] Vivemos num mundo em que o nosso dia é marcado pela falta de tempo e pelo stress. Os dias de trabalho são cada vez mais longos e durante os tempos livres estamos constantemente a...

Ler artigo
Trevim: Leia também 2024 – Da Utopia a Realidade Opinião
11 Jan 2024 12:01 AM

  [caption id="attachment_19244" align="alignright" width="400"] Filomena Martins[/caption] LUZ, LUZ DA RAZÃO, Volta a brilhar no espírito dos homens, Inspira-lhes PAZ, AMOR E PÃO! Desliga o ódio, a violência, a agressão... Pára o novo Herodes que bombardeia inocentes, Faz germinar na...

Ler artigo
Trevim: Leia também Coisas da vida…pública –  Movimentos Sociais – Uma reflexão Opinião
14 Dez 2023 03:12 PM

  [caption id="attachment_16708" align="alignleft" width="225"] Fortunato de Almeida[/caption] Nas sociedades ocidentais mais desenvolvidas, as últimas gerações deram origem a movimentos sociais que, em geral, são caracterizados por uma conceção de democracia participativa e com maior empenhamento cívico, a sustentabilidade do...

Ler artigo
Trevim: Leia também Vem o metro ou não vem o metro? Opinião
14 Dez 2023 03:10 PM

Por esta altura, mais palmo, menos palmo, completa 30 anos uma velha ideia, ligeira e louca, de transporte moderno entre Coimbra B e Serpins que já teve diferentes nomes, mentores e mentiras associados. Desde 1993, a maioria dos protagonistas da...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.