loader

Coisas da vida…pública – Os movimentos sociais e os media. Uma relação de proximidade

É sabido que as opções editorias de jornais, revistas, rádios e televisões fazem com que uma ação concreta de um movimento social como é o caso de uma manifestação, seja ou hiperdimensionada na sua importância, ou noticiada fidedignamente, ou simplesmente ignorada.

Os dados da notícia, o estilo da reportagem, a existência de um enquadramento, a introdução de comentários por parte do jornalista, a possibilidade de a peça ou artigo ser debatida, a convocação de comentadores de diferentes orientações políticas para discutirem o evento ou apenas o recurso a um deles, são aspetos que configuram uma dada leitura e interpretação daquela ação em particular.

É neste contexto que os movimentos sociais procuram manter uma relação estreita com os meios de comunicação social. Entre outras razões por que a visibilidade, a projeção e a redução ou amplificação dos efeitos destes movimentos, se devem à forma, imparcial ou comprometida, como os média abordam e tratam jornalisticamente as atividades destes novos atores sociopolíticos.

Estes e outros aspetos podem também estruturar e condicionar a perceção, o juízo e o posicionamento da opinião pública sobre o papel, a importância, a necessidade e a oportunidade dos movimentos sociais que vão emergindo e das suas atividades.

É importante sublinhar que o acompanhamento que os média possam fazer das ações de um movimento social, reduzindo ou amplificando a sua importância e alcance, não só provoca alterações na opinião pública e na formação da atitude dos cidadãos, como produz consequências políticas.

Os movimentos socias, conhecendo e valorizando a influência decisiva dos meios de comunicação social, têm sabido aproveitar as vantagens e as possibilidades abertas pela cobertura mediática, especialmente pela televisão.

De facto, a projeção pública e o reconhecimento político de certos movimentos sociais, muitas vezes reconhecidos a contragosto, deveram muito ao modo como como os média os valorizaram ou promoveram, de acordo com critérios exclusivamente jornalísticos ou segundo outras motivações, as ações desencadeadas por esses movimentos.

Estas ações trazem vantagens para os movimentos sociais e para os média. Os primeiros apostam na excecionalidade e impacto das ações, fazendo chegar a mensagem a franjas da população já pouco recetiva a estilos de intervenção muito convencionais, recolhendo ainda os ganhos de “tempo de antena” cedido por jornais, revistas, rádios e televisões, que ocorrem avidamente a determinado tipo de intervenções. Os média ganham com as ações mais ostensivas e irreverentes dos primeiros, pois o fundo de entretenimento que resulta da espetacularidade das ações de protesto e das suas implicações (cargas policiais, perturbação da ordem, detenção de ativistas, etc.,) convida ao interesse e fixação de leitores e espectadores, fazendo subir tiragens e audiências.

Lembrar por ser de elementar justiça, as ações de solidariedade levadas a efeito e por decisão dos média, em campanhas que os movimentos sociais organizam e desenvolvem, na defesa de causas cívicas, políticas e humanitárias.

Fortunato de Almeida

Tags: 1461 | Opinião
Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também Editorial – Atrasos dos CTT continuam a afetar a distribuição do Trevim aos assinantes Opinião
16 Jun 2022 08:00 AM

A montante da entrega do jornal Trevim na sua caixa de correio pelos CTT, desenvolvemos uma série de procedimentos para que nada falhe na nossa responsabilidade com os assinantes, leitores em geral e anunciantes. 1 – Fecho da edição –...

Ler artigo
Trevim: Leia também Tribuna Associativa – Não esquecer o acidente na Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha Opinião
14 Jan 2022 03:04 PM

Não esquecemos o dia 13 de Janeiro de 2018 da Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha. Faz 4 anos que ocorreu o trágico incêndio, quando decorria uma atividade recreativa na ACHVNR, no concelho de Tondela, distrito de...

Ler artigo
Trevim: Leia também Estará tudo doido?!… Opinião
22 Out 2021 11:30 AM

Onofre Varela Ultimamente tornou-se moda contestar a História, pretendendo reescrevê-la de acordo com um certo pensamento divorciado dos factos que a construíram. Nesse sentido há atitudes vândalas contra estátuas e monumentos, como fizeram à imagem do Padre António Vieira, em...

Ler artigo
Trevim: Leia também AS RECOMENDAÇÕES DO PARLAMENTO E OS “OUVIDOS DE MERCADOR” DO GOVERNO Opinião
02 Set 2021 09:49 AM

Mário Frota Os consumidores – estranhai, ó gentes! -  terão sido lembrados no estertor da anterior legislatura.  Dar-se-á adiante a saber do teor da Resolução, aprovada pelo Parlamento a 28 de Junho de 2019, e dada à estampa no jornal oficial, a 22 de Julho seguinte.  E o facto é...

Ler artigo
Trevim: Leia também FIGURAS POPULARES – Manuel “Mangarrota”: A inteireza em pessoa Opinião
26 Ago 2021 08:00 AM

Carlos Ramalheiro Nesta viagem textual pelos recantos da Lousã, apeamo-nos hoje, no lugar da Papanata, onde no longínquo ano de 1936, nasceu esta destacada figura típica, homem incessantemente perseguido, pelas imposições de uma vida hostil, trabalhosa. Manuel António Ferreira, herdeiro...

Ler artigo
Trevim: Leia também Ser ateu é difícil… chiça!… Opinião
13 Ago 2021 08:54 AM

Onofre Varela O sentido religioso promove e alimenta o êxtase da fé. Criamos símbolos com o propósito de os adorarmos, tal como os Hebreus fizeram com o bezerro de ouro.  Moisés insurgiu-se contra o povo idólatra… mas hoje os cultos do seu livro, e que pregam por ele, continuam a alimentar a idolatria, mormente o Catolicismo que é muito rico em...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.