loader

Ser ateu é difícil… chiça!…

Onofre Varela

O sentido religioso promove e alimenta o êxtase da fé. Criamos símbolos com o propósito de os adorarmos, tal como os Hebreus fizeram com o bezerro de ouro.  Moisés insurgiu-se contra o povo idólatra… mas hoje os cultos do seu livro, e que pregam por ele, continuam a alimentar a idolatria, mormente o Catolicismo que é muito rico em iconografia, com as imagens de Jesus, Maria e uma imensidão de santinhas e santinhos que uma repartição do Vaticano não se cansa em fabricar!…

Os símbolos fazem parte da nossa natureza. Todos nós enfeitamos a nossa vida com símbolos, e a Igreja tem majestosos templos, estatuária e pintura, fabulosos utensílios de culto em prata e ouro, mais os paramentos, os hinos, as celebrações teatralizadas e os ritos. As religiões fabricaram todas as ferramentas para serem constantemente lembradas e acrescentadas de novos elementos para o culto, como as imagens dos “santos” que decoram os templos, as capelas e os nichos de estrada, sempre acompanhadas pela respectiva caixa com ranhura colectora de receitas na forma de dádiva voluntária. Sem este aspecto material… o espiritual não se governa! 

O Ateísmo não possui nada disto!… Os ateus só são espirituais, descurando o aspecto material… são uns pobretanas!… Não constroem templos nem criam ícones para conquistarem aderentes. (A Associação Ateísta Portuguesa começou por usar como logotipo a representação do átomo; a menor partícula que compõe um elemento químico. Recentemente mudou-o para uma representação gráfica das iniciais da associação). Os ateus apenas têm a palavra para espalharem a sua filosofia, e não o fazem com o empenho de a propagar diariamente, como a Igreja o faz nas missas. Se a palavra é coisa pouca nesta era da imagem… acaba por ser suficiente porque a palavra é tudo. Assim haja quem a queira ouvir ou ler, e raciocinar sobre o que ouve e lê. 

Para dificultar o caminho aos ateus, acresce que as sociedades estão formatadas em preceitos religiosos que fecham as portas ao discurso ateísta. O Ateísmo ainda é alvo de preconceitos e de uma censura que lhe impossibilita uma visibilidade franca para o tornar conhecido como realmente é, e não como alguns, maldosamente, pensam que é e afirmam ser. Tenho amigos de várias confissões religiosas, entre os quais há padres católicos, que já me disseram: “Tu não és ateu”. E porque o dizem? Não é pelo meu discurso em defesa da minha descrença, mas sim porque me conhecem bem e consideram que um fulano a comportar-se assim, não pode ser ateu!!… E isto não é mais do que preconceito!… Esses meus amigos têm gravado nas suas mentes religiosas uma figura de ateu que não corresponde à realidade. Provavelmente idealizam os ateus como anti-sociais, mal-comportados, patifes e mal dispostos… e como me conhecem bem… não posso ser ateu!… Oh meus amigos… isto é do caraças!… 

(O autor não obedece ao último Acordo Ortográfico) 

OV

Tags: 1463 | Opinião
Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também Editorial – Atrasos dos CTT continuam a afetar a distribuição do Trevim aos assinantes Opinião
16 Jun 2022 08:00 AM

A montante da entrega do jornal Trevim na sua caixa de correio pelos CTT, desenvolvemos uma série de procedimentos para que nada falhe na nossa responsabilidade com os assinantes, leitores em geral e anunciantes. 1 – Fecho da edição –...

Ler artigo
Trevim: Leia também Tribuna Associativa – Não esquecer o acidente na Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha Opinião
14 Jan 2022 03:04 PM

Não esquecemos o dia 13 de Janeiro de 2018 da Associação Cultural e Humanitária de Vila Nova da Rainha. Faz 4 anos que ocorreu o trágico incêndio, quando decorria uma atividade recreativa na ACHVNR, no concelho de Tondela, distrito de...

Ler artigo
Trevim: Leia também Estará tudo doido?!… Opinião
22 Out 2021 11:30 AM

Onofre Varela Ultimamente tornou-se moda contestar a História, pretendendo reescrevê-la de acordo com um certo pensamento divorciado dos factos que a construíram. Nesse sentido há atitudes vândalas contra estátuas e monumentos, como fizeram à imagem do Padre António Vieira, em...

Ler artigo
Trevim: Leia também AS RECOMENDAÇÕES DO PARLAMENTO E OS “OUVIDOS DE MERCADOR” DO GOVERNO Opinião
02 Set 2021 09:49 AM

Mário Frota Os consumidores – estranhai, ó gentes! -  terão sido lembrados no estertor da anterior legislatura.  Dar-se-á adiante a saber do teor da Resolução, aprovada pelo Parlamento a 28 de Junho de 2019, e dada à estampa no jornal oficial, a 22 de Julho seguinte.  E o facto é...

Ler artigo
Trevim: Leia também FIGURAS POPULARES – Manuel “Mangarrota”: A inteireza em pessoa Opinião
26 Ago 2021 08:00 AM

Carlos Ramalheiro Nesta viagem textual pelos recantos da Lousã, apeamo-nos hoje, no lugar da Papanata, onde no longínquo ano de 1936, nasceu esta destacada figura típica, homem incessantemente perseguido, pelas imposições de uma vida hostil, trabalhosa. Manuel António Ferreira, herdeiro...

Ler artigo
Trevim: Leia também Mulher que vieste de longe… Crónica
13 Ago 2021 10:41 AM

Maria Laranjeira Entro pelo jardim da casa e já o pachorrento Faísca, nome paradoxal para este gato, me recebe com a languidez que lhe é característica. Baixo-me para o afagar e, quando levanto os olhos, lá está a nossa pequena-grande...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.