loader

EPISÓDIOS DE VIDA – DECISÕES!…

João Bernardo Lopes

As funções de chefia obrigavam-nos a sermos independentes e imparciais nas nossas decisões, já que durante o tempo em que exerci tal cargo, recaía sobre nós o poder e legitimidade da aplicação da legislação especial e extravagante, ao tempo em vigor, e, na sua omissão recorria-se à Lei Geral. Tais decisões estavam sujeitas a recursos, quer para os nossos superiores hierárquicos, quer para os tribunais fiscais ou judiciais. Acresce ainda, que caso verificássemos alguma injustiça, desfavorável ao Estado ou ao contribuinte, poderíamos revê-las por iniciativa própria, mas sempre apoiados em informações prestadas por funcionários concelhios ou distritais destacados para o efeito ou ainda baseados em pareceres superiores desencadeados por nós. As informações prestadas ao balcão não vinculavam os funcionários, mas em caso de existirem dúvidas aconselhava-se o utente a dirigir exposição sobre o assunto aos Serviços Centrais da DGCI, que seria apresentada nos serviços concelhios e remetidos aqueles, devidamente informada e com parecer do respectivo dirigente local

As informações emanadas daqueles serviços superiores já vinculavam todos os seus intervenientes, mas sujeitas a recurso caso interessasse a alguma das partes. Hoje a funcionalidade dos Serviços de Finanças locais ou distritais estão despidos de competências que antes eram da responsabilidade dos seus dirigentes, pois, caso o contribuinte queira dirigir-se aos Serviços Centrais, procurando ser esclarecido para as suas dúvidas, aqueles, também, agora se não vinculam à informação que vier a ser prestada, relativamente a certos casos, amenos que, se sujeitem ao pagamento de uma taxa.

A minha tomada de posse em novo concelho criava no espírito dos meus novos subordinados algo expectante ao saberem da minha forma do exercício de funções, isto, por que, sabiam de antemão que eu iria “revolucionar” os serviços, quer mudando a posição das secretárias, quer ainda a troca de serviços distribuídos aos funcionários.

Esta forma de exercer funções, se por um lado, me trazia dissabores, pelo menos dos despojados dos lugares que pensariam ser eternos, por outro, merecia aplausos dos restantes funcionários aos quais dava condições de rodagem por todos os serviços. No entanto e para que os próprios serviços e contribuintes não viessem a ser prejudicados, deixava-os em equipas de dois durante algum tempo, até que, cada um deles se inteirasse do serviço agora distribuído.

Por: João Bernardo Lopes

Tags: 1468 | Crónica
Autor: Jornal Trevim

0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Meteorologia

Artigos relacionados

Trevim: Leia também Parabéns, Brasil! Crónica
25 Ago 2022 02:10 PM

Casimiro Simões No dia 7 de setembro, o Brasil comemora o bicentenário da sua independência. Estamos a falar de uma potência emergente a nível global, com mais de 200 milhões de pessoas que falam português. Foi para o país irmão...

Ler artigo
Trevim: Leia também FIGURAS POPULARES – ISAURA CORREIA: Uma infeliz heroína lousanense Crónica
13 Jan 2022 02:33 PM

Carlos Ramalheiro Embarcamos hoje, no convés das chamadas injustiças sociais do século XX, onde a pobreza, continuava a ser a sagrada tradição da nossa terra e, a fome, obrigava o pobre a gostar das coisas… Isaura Correia, mais conhecida na...

Ler artigo
Trevim: Leia também Mulher que vieste de longe – Ana Cristina Santos Crónica
19 Nov 2021 03:02 PM

Maria Laranjeira Num lugar bonito nasceu e cresceu, com paisagem sedutora e numa vivenda bem confortável, onde nem coelhos faltavam. E ela cedo se apercebeu disso. A mãe afadigava-se a procurá-la e, ooopppsss, onde estava a pequenita? Na casa dos...

Ler artigo
Trevim: Leia também Mulher que vieste de longe – Joanne Gribler Crónica
22 Out 2021 12:41 PM

Maria Laranjeira O lugar continua lá! Mas a abóbada (Dome) há quatro anos que só tem a estrutura. No entanto, não deixa de exibir, pendurados, alguns panos com que Zara e Malik se penduram e reinventam os céus. Sim, foi...

Ler artigo
Trevim: Leia também Pela Rota da Seda – Pela Rota da Seda Crónica
22 Out 2021 12:29 PM

José Luís Santos O táxi estaciona junto ao Hotel Syyahat, o alojamento mais barato da cidade. Na receção, um jovem encara-me com um olhar de quem tenta ignorar a minha presença.             - Um quarto por favor – digo-lhe no...

Ler artigo
Trevim: Leia também Estará tudo doido?!… Opinião
22 Out 2021 11:30 AM

Onofre Varela Ultimamente tornou-se moda contestar a História, pretendendo reescrevê-la de acordo com um certo pensamento divorciado dos factos que a construíram. Nesse sentido há atitudes vândalas contra estátuas e monumentos, como fizeram à imagem do Padre António Vieira, em...

Ler artigo
Definições de Cookies

A TREVIM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site.
Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site.
Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site.

Cookies estritamente necessários Estes cookies são essenciais para fornecer serviços disponíveis no nosso site e permitir que possa usar determinados recursos no nosso site. Sem estes cookies, não podemos fornecer certos serviços no nosso site.

Cookies de funcionalidade Estes cookies são usados ​​para fornecer uma experiência mais personalizada no nosso site e para lembrar as escolhas que faz ao usar o nosso site. Por exemplo, podemos usar cookies de funcionalidade para se lembrar das suas preferências de idioma e/ ou os seus detalhes de login.

Cookies de medição e desempenho Estes cookies são usados ​​para coletar informações para analisar o tráfego no nosso site e entender como é que os visitantes estão a usar o nosso site. Por exemplo, estes cookies podem medir fatores como o tempo despendido no site ou as páginas visitadas, isto vai permitir entender como podemos melhorar o nosso site para os utilizadores. As informações coletadas por meio destes cookies de medição e desempenho não identificam nenhum visitante individual.